+ de Deus - Pr.Michel Plattiny

17-04-2013 08:38

 

                                                                                              

Coisas profundas são intrigantes. Selvas profundas. Águas profundas. Cavernas profundas. Nó seres humanos temos uma grande necessidade por intimidade, mas o grande problema de nossa geração é a superficialidade. Os nossos relacionamentos infelizmente tem caminhado cada vez mais para superficialidade, ou seja, são relacionamentos onde as pessoas quase não conhecem umas as outras. São esposas que não conhecem de verdade seus maridos, maridos que não conversam e quase não sabem das necessidades de sua esposa. Pais e filhos que vivem na mesma casa, mas raramente sentam, conversam, vivem momentos de confidencia, onde contam uns aos outros seus problemas, alegrias, sonhos, enfim... Se tem sido assim em nossos relacionamentos familiares imagina como anda nosso relacionamento com Deus.

Richard Foster, escritor evangélico disse: “A superficialidade é a maldição dos nossos dias. A doutrina da satisfação instantânea é um dos principais problemas espirituais. A necessidade desesperadora hoje em dia não é de um número maior de pessoas inteligentes, ou bem dotadas, mas sim de pessoas profundas.” Precisamos aprender a arte de buscar mais a Deus, não ser tão somente religiosos ou superficiais, mas necessitamos ser íntimos de Deus. 

Pra buscarmos mais a Deus precisamos aprofundar nossa vida de oração.

Martinho Lutero o reformador da igreja dizia: “Assim como o negócio dos alfaiates é fazer roupas, e o dos sapateiros é remendar sapatos, o negócio dos cristãos é orar.”

Oração nos mantém conetados a Deus.

Orar é o mesmo que vigiar, estar atento, observar e precaver através das petições e dialogo com Deus; 

I Pedro 4.7 - O fim de todas as coisas está perto. Sejam prudentes e estejam alertas para poder orar. (NLH)

Orar nos ajuda a permenecer nos propósitos de Deus.

I João 5.14-15 - E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito.

Grandes coisas Deus quer fazer através de nossas vidas, Deus quer nos oferecer muito mais do que já temos experimentado.

Porém grandes obras exigem mais de nós, uma vida de orção e de comunhão com o Pai.